notícias / Agronegócio

Agronegócio brasileiro exporta US$ 10,9 bilhões em maio e bate recorde para o mês

Viola Show 16/06/2020 14h24

Agronegócio brasileiro exporta US$ 10,9 bilhões em maio e bate recorde para o mês

O agronegócio brasileiro exportou US$ 10,9 bilhões em maio e bateu recorde para o mês, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (10) pela Secretaria de Comércio e Relações Internacionais (SCRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento . Em comparação com maio de 2019, houve um crescimento de 17,9% nas vendas externas. Com isso, as exportações do setor corresponderam a 60,9% do total vendido pelo país.

As principais contribuições para o resultado do mês foram os embarques de soja em grão (US$ 5,2 bilhões), carne bovina (US$ 780 milhões), açúcar (US$ 767 milhões) e café verde (US$ 468 milhões).

Por outro lado, as importações de produtos agropecuários diminuíram de US$ 1,18 bilhão em maio 2019, para US$ 835,78 milhões em igual mês deste ano, uma queda de 29,3%.

China

Somente o mercado chinês comprou 44,9% do valor total exportado pelo agronegócio brasileiro, correspondente a US$ 4,91 bilhões, e um aumento de 50,4% entre maio de 2019 e igual mês deste ano. O país asiático foi o maior importador da soja em grão brasileira, de carnes (bovina, suína e de aves), açúcar e celulose.

Em maio, a China importou 71,5% de soja em grãos do Brasil, um valor de US$ 3,70 bilhões. Já as aquisições de carne brasileira foram de US$ 870,84 milhões, considerando o mercado de Hong Kong. Desta forma, 55% do valor total exportado pelo Brasil foi para a China nesse mês de maio.

A China também foi a maior importadora de açúcar, ao adquirir 21,7% de todo o valor exportado pelo Brasil. De acordo com SCRI, a quebra da safra indiana de açúcar e o aumento das compras chinesas explicam o incremento das exportações do país, alcançando no total US$ 767 milhões.

A celulose também foi destaque para o mercado chinês que adquiriu US$ 242,03 milhões, ou 41,4% do total exportado pelo Brasil.