notícias / Agronegócio

Cargill vai desenvolver projetos de sustentabilidade com produtores rurais da BA

Estadão Conteúdo 24/09/2020 10h23

Cargill vai desenvolver projetos de sustentabilidade com produtores rurais da BA

A Cargill anunciou parceria com o Instituto Aiba (Iaiba), mantido pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), para ampliar o acesso a métodos agrícolas sustentáveis que auxiliem na melhoria dos indicadores sociais, ambientais, econômicos, de saúde e de segurança na região do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e oeste da Bahia).

Conforme comunicado da companhia, utilizando-se da educação e da tecnologia como seus pilares, a Cargill e o Iaiba estão lançando dois novos projetos. O primeiro ocorre no município de Barreiras (BA) no qual jovens vulneráveis de 14 a 16 anos, de comunidades rurais e urbana da região, vão conhecer o trabalho em uma fazenda modelo criada para os preparar para possíveis carreiras na agricultura, ao mesmo tempo em que estudam módulos sobre educação ambiental, gestão de negócios e solução de problemas comunitários.

O segundo projeto tem como objetivo melhorar as condições de agricultura de pequena escala por meio da transferência de tecnologia, diz a Cargill. A parceria com a Cargill permitirá o fornecimento de uma tecnologia de irrigação por microaspersão e gotejamento a 100 fazendas das comunidades rurais. Com esta infraestrutura moderna, eles terão condições de ser mais eficientes na produção agrícola e com uso mais racional da água. Deste modo, o projeto fomenta, ainda, a economia local, garantindo renda e melhor qualidade de vida às famílias rurais. Os pequenos produtores cultivam grande parte dos produtos hortifrutigranjeiros, doces, biscoitos e cachaça artesanal.

Além da parceria, a companhia divulgou que completou o mapeamento de localização de pontos de coleta para 100% de seus fornecedores de fazendas de soja no Brasil e estima que 95,68% de sua soja originária do Brasil é cultivada em terras livres de desmatamento (usando o Código Florestal de 2012 como ponto de referência).