notícias / Cultura

Garrano, uma das raças de cavalo mais antigas do mundo

Viola Show I Fonte: Cavalus 01/07/2019 09h51

Garrano, uma das raças de cavalo mais antigas do mundo

Garrano, uma das raças de cavalo mais antigas do mundo

O Garrano é uma raça portuguesa autóctone - ou seja, tem  suas origens no lugar onde existe. A palavra provavelmente tem origem em proto-celta gearran, uma raça de equideo muito antiga. Foi separada das restantes desde o período Quaternário (período da Era Cenozoica do Éon Fanerozoico). E se enquadra em um grupo conhecido por Cavalo Ibérico, devido às características comuns e à sua origem.

Estudos apontam que o Garrano, propriamente dito, é o mais antigo entre os seus. Quer dizer, entre as restantes raças irmãs do norte da Península Ibérica e do sudoeste da França. São raças que são identificadas como parte do mesmo Tronco Celta (povo do norte da Europa). O Garrno foi incluído na subespécie Equus caballus celticus, segundo a classificação de Alfred James Ewart, um botânico inglês, em 1911.

Nativo do Minho e Trás-os-Montes, em Portugal, o Garrano é utilizado desde muitos séculos como animal de carga e trabalho. Devido ao seu tamanho, menor que um cavalo comum, é considerado um pônei. Quase todos descendem de garranos que já estavam a serviço do homem e foram soltos por ele. Também considerado um cavalo assilvestrado (que vive em estado selvagem, mas que descende de cavalos domésticos).

cavalo garrano


Habita, em estado semi-selvagem, as zonas da serra do Gerês, serra do Soajo, serra da Arga e da serra da Cabreira, tendo em tempos habitado todo o Norte de Portugal, de nde é oriundo. É uma raça protegida, devido ao risco de extinção, a que esteve sujeito até há pouco tempo.

O Garrano que tem sua origem no cavalo ibérico pré-histórico, não é muito exigente na alimentação, Mas é muito resistente a doenças e tem cascos duros. Além disso, é capaz de carregar mais peso e andar por caminhos mais íngremes e cheios de obstáculos naturais. Por essas características e pelo fato de ser pequeno, ocupando menos espaço nas caravelas, muitos Garranos vieram para o Brasil.

Além dos três andamentos clássicos (passo, trote, galope), o Garrano tem uma predisposição natural para um quatro andamento (andadura). Já descrita pelos antigos, é um andamento rápido caracterizado pela associação dos membros laterais que se levantam e pousam no mesmo momento. Como as oscilações verticais são curtas e suaves, é cômodo para o cavaleiro.

cavalo garrano


Os Garranos trazidos pelos portugueses contribuíram com esta característica para a formação das raças brasileiras que exibem os mesmos andamentos cômodos dos seus antepassados. As manadas de Garranos que vivem no Parque Nacional Peneda Geres, em Portugal, têm no lobo Ibérico seu principal predador. Para se defender, normalmente, adotam um sistema defensivo em círculo com as crias no interior, repudiando o ataque a coice.

Em suas características físicas, pode atingir um tamanho de até 145 cm e um peso de até 190 kg. Este tamanho é perfeito para os trabalhos nas quintas, pois cavalos maiores tendem a dar mais trabalho aos fazendeiros.

Em relação ao seu pelo, encontramos  em grande maioria em castanho, independentemente da tonalidade deste. Inclusive, é possível apreciar no seu corpo uma crina bastante farta. Os seus pés podem parecer demasiado pequenos, mas o que não tem em tamanho, tem em resistência!