notícias / Esportes

Lucas Divino, mais um talento brasileiro chegando aos Estados Unidos

Viola Show I Fonte: Cavalus 16/04/2018 09h27

Lucas Divino, mais um talento brasileiro chegando aos Estados Unidos

Lucas Divino, mais um talento brasileiro chegando aos Estados Unidos

A estreia do brasileiro Lucas Divino na divisão principal da Professional Bull Riders foi a três semanas, no Ty Murray Invitational, e ele não pareceu estar nenhum pouco deslocado. Montar pela primeira vez em uma etapa grande da PBR não o assustou. Ele estava confiante e tranquilo. Aos 24 anos, ele 'chegou chegando', como diz a gíria. Foi o sexto melhor da sua primeira etapa na PBR, com três paradas em quatro touros em um dos mais difíceis eventos da temporada regular.

Lucas Divino

Logo de cara chegou a 31° do ranking mundial por seu feito em Albuquerque e ficou muito próximo de entrar no ranking do Rookie Of The Year. Mas será questão de tempo apenas. Os novatos que se posicionam entre os 30 melhores podem concorrer a esse prêmio especial ao final da temporada. Lucas montou em touros difíceis, duros, puladores, nessa sua primeira etapa e se deu bem. Conseguiu nota e uma classificação surpreendente. "Estou muito entusiasmado por poder montar aqui. É meu sonho desde que eu era criança. Sempre quis estar ao lado dos grandes nomes".

O goiano percorreu um caminho longo até os Estados Unidos. Vice colocado na temporada 2017 do campeonato brasileiro da PBR, embarcou para a Austrália no final do ano passado. Ganhou por lá, fazendo grandes apresentações. Voou para a América e começou a montar nas etapas da divisão de acesso até conseguir convite para a divisão principal. E parece que seu lugar sempre foi ali. Com 13 paradas em 23 vezes que já competiu pela PBR americana, é uma das apostas a permanecer na elite e montar em todas as etapas até que cheguem as férias de verão.

O sucesso de Lucas no ano passado, bem como o título de Estreante do Ano em 2014 no Circuito Rancho Primavera, deu a ele a confiança que ele precisa para competir nos Estados Unidos. Ele cresceu em Nova Crixas, a maior cidade de produção de gado de corte no estado de Goiás. A cidade também fica a cerca de seis horas ao norte de onde o veterano da PBR, Valdiron de Oliveira, cresceu. Até por conta disso, Valdiron tem um cuidado com Lucas, ajudando-o a se comunicar em inglês e colocando ele para malhar, coisa que o jovem não curte muito.

Semelhante a outro jovem astro, o brasileiro José Vitor Leme, Lucas começou mais tarde no esporte. Montou seu primeiro touro aos 16 anos de idade. "Não tinha referencias. Meu avô montava em cavalos e meu pai não participava de nada". Sua inspiração foram os campeões Silvano Alves, Guilherme Marchi e João Ricardo Vieira. "Através do exemplo deles que me inspirei e decidi entrar no esporte".

E os especialistas apontam estilos similares de montar entre Lucas e Silvano. Os dois são comparáveis ​​em estatura e Lucas deixa seu braço livre flutuar e pendular para o lado de fora. "Todo mundo diz que eu monto mais como Silvano, porque eu monto com o braço para cima e para fora". Silvano concorda com essa avaliação e está animado para ver como Lucas se sairá nessa temporada.

O objetivo de Lucas Divino nesta temporada é ganhar o Rookie Of The Year e tornar-se o sétimo competidor brasileiro a ter esse título. Nos últimos nove anos, só deu Brasil nesse ranking. Mas ele vai além e deseja também ser o primeiro estreante a levar a premiação de campeão mundial. A trajetória é longa, ele está a 1420 pontos atrás do líder, o também brasileiro Ramon de Lima, seu colega de casa em Decatur, Texas.

"Estou montando muito bem e quero muito chegar ao topo ainda esse ano. Acredito e quero muito, e por isso tenho orado".