notícias / Esportes

Keyla em quinto e Marcos Alan Costa em primeiro no rodeio de Mercedes

Viola Show I Fonte: Cavalus 19/03/2019 10h49

Keyla em quinto e Marcos Alan Costa em primeiro no rodeio de Mercedes

Keyla em quinto e Marcos Alan Costa em primeiro no rodeio de Mercedes

Foi durante o Rio Grande Valley Livestock Show & Rodeo que o casal Keyla Polizello Costa e Marcos Alan Costa chegou ao pódio. Completando 80 anos de existência, o rodeio de Mercedes, Texas, é tradicional e etapa importante da Professional Rodeo Cowboys Association. Marquinhos ficou com o primeiro lugar no Tie-Down Roping, enquanto Keyla desbancou 135 meninas ficando em quinto lugar nos Três Tambores.

"Estamos muito felizes, foi muito emocionante. O Marquinhos ficou muito feliz. Ele voltou em Houston, algumas semanas atrás, mas ainda um pouco fora de ritmo depois de um ano sem competir, não conseguiu fazer a final. E ganhar Mercedes, que é um rodeio muito bom de se competir e paga bem, foi uma alegria. Esse é terceiro ano que fui, ano passado eu derrubei com a Spotlite Ta Fame, então conseguir ficar no top 5 foi muito especial. Sem contar a presença dos meus pais aqui", disse Keyla.

Marquinhos laçou em 8s1 e somou para o ranking mundial da modalidade US$ 2.573,00. Keyla fez 16s10 e também somou um dinheirinho bom, US$ 1.378,00. Para ter direito a competir nos rodeios de maior expressão, é preciso ter uma quantidade geral de dólares ganhos nas etapas, e a brasileira conquistou esse direito ano passado. Marquinhos, quando tomou a decisão de parar para operar, liderava o ranking, então ele tem também chance de ir aos rodeios bons agora no seu retorno.

Desde que está competindo com a Spotlite Ta Fame, Keyla vem obtendo resultados bacanas em provas, rodeios abertos e as etapas da PRCA. Entre as conquistas mais recentes, ela correu a disputada Semifinal do milionário The American, ficando perto da vaga para disputar a maior premiação em apenas um final de semana. Keyla começou 2019 pela PRCA em Odessa, Texas, em sétimo lugar entre quase 300 inscritas.

O sonho agora é de um dia poder entrar no Top 50 e ter chance de estar na NFR. Assim como seu marido - Keyla e Marcos casaram em novembro do ano passado - campeão mundial de Tie-Down Roping em 2017, com quatro NFRs no currículo. Será que vamos conseguir vê-lo esse ano novamente na Finals? É o que a gente espera. Ele está recuperado das duas cirurgias e treinando forte para voltar à velha e boa forma. Perseverança e foco a gente sabe que ele tem de sobra.

Ano passado, com o título mundial e um começo muito bom, anunciou em maio que estava fora da temporada. Precisou passar por sua quinta operação devido a uma lesão no ligamento anterior do joelho esquerdo solto que prejudicava o menisco. A recuperação seria lenta e progressiva, então ele abriu mão dos rodeios. Quando já estava recuperado e montando novamente, um incidente caseiro quebrou o joelho direito, e a sexta cirurgia o fez adiar os planos de retornar às arenas por mais alguns meses.

Marquinhos e Keyla


"Estamos felizes e animados depois de um ano bem difícil para gente. As recuperações das duas cirurgias foram dolorosas para nós dois, já que quando eu o via com dor, chorava junto. Recomeçar juntos nos rodeios esse ano está sendo motivo de muita alegria mesmo", contou Keyla, que agora está com os pais passando uma temporada com eles nos Estados Unidos. Um apoio moral e emocional importante para quem batalha dia a dia em um país longe dos amigos e da família.

Outros campeões: Bareback Riding - Bill Tutor (89 pontos); Steer Wrestling - Blake Knowles (3s9); Team Roping - Tanner Green/Paden Bray (4s4); Saddle Bronc Riding - Jacobs Crawley (86 pontos); Barrel Racing - Brittany Pozzi Tonozzi (15s87); e Bull Riding - Boudreaux Campbell (87 pontos).