notícias / Esportes

Mãe e filha compartilhando paixão por cavalos e esportes equestres

Viola Show I Fonte: Cavalus 13/05/2019 09h59

Mãe e filha compartilhando paixão por cavalos e esportes equestres

Mãe e filha compartilhando paixão por cavalos e esportes equestres

Lúcia e Gabriela Sávio criam Quarto de Milha há mais de 14 anos e juntas viajam por todo o país para participar de provas de Três Tambores e Laço. Lúcia Cristina Sávio cresceu encantada com os cavalos de lida da fazenda de seu pai.

Esse amor pelos equinos ela passou para a filha, Gabriela Sávio, que desde os oito anos pratica esportes equestres. Hoje, aos 29, Gabi treina seus próprios animais e é destaque nas modalidades de Três Tambores e Breakaway Roping em diversas competições, como as da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha.

laço

Gabi Savio. Foto: Miguel Oliveira/Divulgação ABQM


"Em 2005, concretizei o sonho de ter um haras e morar com os cavalos, em Brotas/SP", contou a matriarca que acompanha a filha Brasil afora. Apaixonada pelo Laço, em 2010 Lúcia incentivou a filha a praticar o esporte. "Comecei a laçar bezerro junto com os homens, até que em 2012 a ABQM passou a realizar as provas de Breakaway Roping", disse Gabi sobre a modalidade que ganhou força entre as mulheres.

A atleta que treina 12 horas por dia e participa de provas aos fins de semana acumula vários títulos. Ela é tetra campeã do Congresso e bicampeã Nacional pela ABQM. "Chegar em casa de mão vazia é triste, sei que ela vai reclamar", conta Gabriela sobre as cobranças da mãe. "Vejo nela o que eu queria ter sido. Inclusive voltei a competir. Nunca é tarde para realizar sonhos", fala Lúcia orgulhosa da sua filha e, agora, treinadora.

laçoGabi e Lucia Sávio. Foto: Jean Vasconcelos/Divulgação ABQM

A participação feminina na ABQM é significativa. A Associação conta atualmente com 5,2 mil mulheres associadas, 15% do total do quadro associativo. No mais recente evento, o 29º Congresso Brasileiro, 266 amazonas se apresentaram nas competições esportivas. O número representa 23% do total de participantes. Além disso, elas foram responsáveis por 1.645 inscrições, 21% do total registrado no evento.

Nos Três Tambores, outra 'dupla' de mãe e filha que faz bastante sucesso e divide a paixão pelos cavalos, Ana Carolina Cardozo e Maria Eduarda Cardozo já ganharam no mesmo dia, em suas respectivas categorias, dois rodeios válidos pela Associação Nacional de Três Tambores. Em outro momento, um dos pontos altos na trajetória delas foi quando estiveram juntas na final da ANTT ano passado, em Jaguariúna/SP, de onde Ana Carolina saiu como campeã Nacional Gold Race e Maria Eduarda, vice-campeã ANTT Mirim.

rodeioAna Carolina e Maria Eduarda Cardozo. Foto: Lucas Campos

Quando segurou Maria Eduarda no colo pela primeira vez, há 13 anos, Ana não imaginaria que, além do amor incondicional entre mãe e filha, elas seriam ligadas também por outros laços. A paixão pelos cavalos faz as duas caminharem lado a lado no universo das provas e rodeios. A rotina delas é árdua. São duas ou três horas diárias de treinamento na pista montada no haras, em Araraquara/SP, sem contar os milhares de quilômetros rodados todos anos.

"Há uma, duas até três competições em todos os finais de semana. Escolhemos uma e encaramos a estrada", explica Ana. Maria Eduarda cumpre a mesma rotina da mãe praticamente todos os dias. No entanto, há outras atividades que atribulam o cotidiano da menina, como a escola e aulas de inglês. "Participar dessas competições ao lado da minha mãe é sempre muita emoção. Eu torço por ela, e ela torce por mim. A gente se abraça e se cobra. É tudo muito intenso", afirma Duda.

rodeioAna Carolina. Foto: Lucas Campos

Tanto a mãe como a filha começaram muito cedo no esporte. Ana cresceu entre cavalos graças ao pai, que cria, comercializa e por muito tempo participou de competições. Hoje ele é quem divide todo o conhecimento e experiência adquiridos como treinador da filha e da neta. "Minha vida sempre foi cavalos. Com quatro ou cinco anos já montava e não demorou para tomar gosto pelo esporte. A Maria Eduarda com cinco anos também se aproximou do convívio com os animais. Sem qualquer influência iniciou sua carreira", finaliza Ana Carolina.

Feliz Dia das Mães para Lucia Savio e Ana Carolina Cardozo, que estão nesta matéria representando todas as outras mamães que compartilham da paixão por cavalos com seus filhos!!!

Maria Eduarda Cardozo. Foto: Lucas Campos