notícias / Esportes

Caroline Rugolo é referência nos Três Tambores

Viola Show I Fonte: Cavalus 01/07/2019 09h54

Caroline Rugolo é referência nos Três Tambores

Caroline Rugolo é referência nos Três Tambores

É assim que se comportam os que  já reconhecem o excelente trabalho em pista da atleta mais pontuada pela ABQM. Como grande representante das mulheres nas pistas, Caroline Rugolo Fioravanti é a competidora mais pontuada da Associação Brasileira do Cavalo Quarto de Milha na modalidade três tambores. A atleta se destaca no portal Sistema de Esporte ABQM (SEQM) com 1.349,25 pontos, o que a coloca em primeiro entre as mulheres e em 17ª colocada no ranking geral.

Anualmente, a ABQM realiza Awards, onde os melhores do ano são premiados e aplaudidos durante a respeitada ocasião. Caroline subiu no palco da Awards por dois anos consecutivos como a melhor Amazona. E, em 2018, além deste importante prêmio, ela também recebeu a coroa na categoria Amador.  Os títulos vêm para somar com tantos outros colecionados pela competidora, que é ícone feminino nas pistas e a cada prova. Quebra seus próprios recordes com vários tempos na casa dos almejados 16 segundos.

PG Blue Max Jazzy, Firework Dash HR, Cheyenne Fame I Am, Elfort Seis HR, Gorgeous Fame HR e Ruby Larue são os principais cavalos de competição dela, que monta desde os 11 anos de idade. Para Caroline, cada animal tem a sua importância em pista e traz uma qualidade diferente, mas ela cita PG Blue como seu favorito. "Ele não é um cavalo fácil como todos pensam, é muito ágil e qualquer erro é fatal, mas me dá muitas alegrias e hoje somamos juntos 18 tempos na casa dos 16 segundos", enfatizou.

Caroline RugoloCarol e PG Blue Max Jazzy. Fotos: Arquivo Pessoal e Ricardo Mariotto


A competidora ressalta que no início foi complicado treinar distante da sua cidade (Tietê/SP), mesmo assim, ela sempre se dedicou e com o apoio dos pais passou a se profissionalizar se tornando hoje, com 27 anos, uma referência na modalidade. "Meus pais sempre me apoiaram de todas as formas. Quando eles viram que eu estava levando o esporte cada vez mais a sério, montaram uma pista coberta na nossa cidade. Mas a empolgação foi tanta, que os trabalhos só aumentaram e hoje, temos o Haras Raphaela".

Caroline Rugolo conta que ficou por dois longos anos sem nenhuma vitória, até a mudança da equipe para uma melhoria que favoreceu a competidora e seu desempenho em pista. "Fiquei esses dois anos ganhando somente experiência, até que o Paulo Araújo veio trabalhar no haras e entendeu meu jeito. Me adaptou ao estilo de cada cavalo e até hoje ele me ensina muito", explica dizendo ainda, que conquistou todos os títulos que já sonhou e que tudo foi vencido não só por ela, mas por toda equipe. Sempre trabalhou pensando nos bons resultados desde o treinamento até a preparação dos cavalos com o apoio da Sportequus.

A modalidade que cresce de forma significativa no Brasil e no mundo, exige de competidores, cavalos, treinadores e criadores que como em um só grupo trabalham todos, em busca do melhor resultado sempre. Neste sentido, vários atletas que se destacam dividem suas experiências com iniciantes e com profissionais que sempre acrescentam um ao outro.

Assim como muitos, Caroline passou por dificuldades nos treinos, na logística, no tempo e em outros fatores que podem impedir o competidor de se tornar um grande atleta. E é pensando nesse crescimento, que ela busca melhorar e se dedica cada dia mais. "Mantenho o foco em fé, dedicação e garra. Sempre que entro na pista, penso que tenho que dar meu máximo, pois aquela passada, aquela prova, é a chance que tenho e nada vai se repetir", finalizou, dizendo que treina todas as manhãs e monta de quatro a cinco cavalos por dia, além de competir praticamente todos os finais de semana.