notícias / Esportes

Cavalos viajam mais de 4 mil km para participar de prova equestre

Viola Show I Fonte: Cavalus 02/07/2019 14h11

Cavalos viajam mais de 4 mil km para participar de prova equestre

Cavalos viajam mais de 4 mil km para participar de prova equestre

Uma travessia que entrou para a história destaca perseverança, garra e muita dedicação pelo esporte equestre. Foram 4553 quilômetros percorridos pelo treinador Arlan Reis e seus cinco cavalos da raça quarto de milha de Manaus/AM até Bauru/SP. A viagem, que se dividiu entre estradas e rios, caminhão e balsa, já estava sendo planejada há meses pelo casal Celso Herculano e Rubia Mello, proprietários dos animais.

Os cinco cavalos são treinados e prontos para a modalidade três tambores, dentre eles, um irmão direto do ícone Victory Fly VM . Com o objetivo de conhecer uma realidade cada dia mais vivida por competidores, treinadores e criadores envolvidos com o esporte equestre, os aventureiros partiram rumo a São Paulo. Chegaram no último sábado, dia 22 de junho, no CT Décio Talon em Bauru. Só de balsa, foram quatro longos dias e ao total, viajaram dez dias até a chegada.

campeonato nacional abqm


Arlan Reis conta que a maior dificuldade durante a jornada foi, sem dúvida, o perigo que os animais e os viajantes passam durante o trajeto de balsa. "O rio é perigoso e passamos muito tempo na travessia, além de navios transatlânticos circularem com frequência. Já aconteceram acidentes graves envolvendo balsa", destaca Reis.

"Então, claro que ficamos tensos. Principalmente, porque estamos com os animais em baias improvisadas em meio aos veículos enquanto cruzamos um rio", complementa, dizendo que mesmo assim, o sacrifício vale a pena quando existe dedicação e que todo conhecimento é válido.

campeonato nacional abqm


A ideia é participar do 42º Campeonato Nacional da ABQM, que começa dia 20 de julho, em Araçatuba/SP. Milhares de cavalos participam do evento todo ano. "Nós treinamos, nos dedicamos bastante, preocupamos com a saúde e o condicionamento físico dos nossos animais. Mas, infelizmente, o esporte não cresce da mesma forma na nossa região, como no sul e sudeste".

Por esse motivo, proprietários e treinador resolveram fazer essa viagem e levar os cavalos para São Paulo. "Mesmo com essa viagem tão longa e todos os perrengues, é importantes vermos como eles se comportam em uma pista técnica como a da ABQM. Participando da competição, entendemos o nível do nosso treino em relação aos demais", afirma o treinador.

campeonato nacional abqm


O Campeonato Nacional reúne competidores do Brasil inteiro e como prova de tal reconhecimento, Arlan entra para a história com uma longa jornada em busca de sonhos, aprendizado e reconhecimento. Já que trouxe com ele animais de alto nível, até então, 'escondidos' nas regiões onde o esporte não é tão movimentado.

Não foi a primeira vez que Arlan enfrentou essa jornada. Em 2017 ele levou para correr o Nacional em Avaré Maximus Zorrero, na época um potro de Adriana Cacellini de Abreu.