notícias / Esportes

Cody Jesus leva a melhor na segunda rodada da PBR World Finals

Viola Show I Fonte: Luciana Omena 08/11/2019 14h49

Cody Jesus leva a melhor na segunda rodada da PBR World Finals

Cody Jesus leva a melhor na segunda rodada da PBR World Finals

Não foi fácil para Cody Jesus. O norte-americano não parava em um boi desde a etapa de Houston da Unleash The Beast em agosto. Sua autoconfiança, sem dúvida, estava um pouco em baixa enquanto ele lutava contra uma lesão na virilha esquerda.

Contudo, antes de dormir depois da primeira rodada - em que caiu de Hocus Pocus em 2s91 - seu pai lhe deu, talvez, o melhor conselho: divirta-se! Portanto, quando Cody Jesus (foto) acordou na manhã da segunda rodada, parecia que seu ânimo estava de volta.

"Acordei com algumas boas mensagens de texto recebidas pelo celular, tomei um bom café da manhã e deu certo", relata. Ele começou o dia justamente com os amigos do time USA Wolves e o técnico, Ted Nuce. O grupo se reuniu no hotel para falar, entre outros, da participação deles na PBR Global Cup.

Jesus ainda não está convocado oficialmente, mas a conversa colocou seu estado emocional para cima. "Muitas pessoas não conseguem viver esse sonho e eu trabalho demais para me deixar abater".

Na arena da T-Mobile Arena na noite de quinta, 7 de outubro, Cody Jesus enfrentou Lil 2 Train e marcou 92 pontos. Venceu a rodada e somou 300 pontos, saindo da 20ª para a 18ª posição no ranking mundial. O atleta também disputa o Rookie of the Year, onde é o sétimo, 814,58 pontos atrás do líder Dalton Kasel.

Jess Lockwood

Rodada 2

Por coincidência, novamente 11 atletas tiveram sucesso na segunda rodada da PBR World Finals. Jesus o melhor, com Jess Lockwood em segundo lugar. Ao propósito, o jovem americano que busca o bicampeonato mundial tinha Spotted Demon pela frente e encarou com bravura. Marcou 91,50 para receber 180 pontos e US$ 17.500,00.

A terceira melhor nota da rodada foi de Cody Teel, 91 pontos em ninguém menos que SweetPro's Bruiser, touro tricampeão mundial. Cliff Richardson enfrentou Cochise para marcar 89,5 pontos e ser o quarto melhor do segundo round. Enquanto Matt Triplett completou o Top5, 89,25 pontos em Magic Poison.

Dos brasileiros, pararam: Junio Quaresima (alternate com a saída de J.B. Mauney por lesão no round um), 87 pontos; Luciano de Castro, 86,75 pontos; Alan de Souza, 86,50 pontos; e Rubens Barbosa, 71,25 pontos. Contudo, entre eles apenas Alan, em sua primeira final mundial da PBR, tem duas paradas.

Sim, você está lendo certo, José Vitor Leme não obteve sucesso nessa segunda rodada.

Após duas montarias realizadas. Quem lidera a etapa é Cody Jesus e Eduardo Aparecido, ambos com 300 pontos. Seguidos por Cody Teel, 220 pontos; e Lockwood, 215 pontos. Chase Outlaw e Dalton Kasel estão empatados na sequencia com 152 pontos.

Além disso, entre os que tem pontos, José Vitor Leme está empatado com Matt Triplet em 8°/9° lugar, 75 pontos; Leandro Machado e Junio Quaresima ambos com 50 pontos em 10°/11°; Luciano de Castro em 12°, 35 pontos; seguidos pelos gêmeos Alan e Alisson, 13° e 16°.

Só recebem pontos diários de primeiro a décimo lugares em cada rodada, 300 a 5 pontos, da maior para a menor nota.

José Vitor Leme

Mundial

Jess Lockwood deu um bom passo em direção à liderança do campeonato após a segunda rodada, sem dúvida.  A diferença entre ele e o brasileiro, líder do ranking mundial, José Vitor Leme agora é de 609,16 pontos.

Parar em Spotted Demon em um momento como esse mostra a confiança e o talento de Lockwood. Ele e Leme se respeitam muito, mas ambos querem o título. Não vai ser fácil para o brasileiro, mas seu talento é inegavelmente um de seus trunfos.

Entre os três principais candidatos ao título mundial dessa temporada, Lockwood foi o único a conquistar nota. Chase Outlaw também caiu nessa rodada. Leme tocou em Danny Boy com 1s9 de montaria e não teve sua performance avaliada, enquanto Outlaw caiu de Apper's Mind Freak em 4s1.

Nessa briga dos três primeiros, Outlaw manteve 1715,83 pontos atrás líder, Leme, e agora está 1106,67 distante do segundo colocado, Lockwood.

"Não sei o que aconteceu. Ele estava longe da minha mão e é um touro realmente difícil. Talvez hoje não fosse meu dia. É normal. Mas sou saudável e estou feliz. Só quero montar meus touros e terminar em primeiro lugar", afirma Leme após a rodada.

Até domingo, 10 de novembro, muita água para rolar debaixo dessa ponte ainda. É importante que Leme se classifique para o sexto round, onde montarão os 15 melhores em soma de pontos nessa etapa. A classificação final será decisiva para o ranking mundial.

Se tudo terminasse como está hoje, Lockwood seria campeão mundial por uma diferença de 85 pontos. Mas ainda temos quatro rodadas e cerca de 2700 pontos em jogo.

Cody Teel x SweetPro's Bruiser


Acompanhe

A PBR World Finals acontece de 6 a 10 de novembro, na T-Mobile Arena, em Las Vegas. Serão seis rodadas para definir a classificação final da temporada 2019 da PBR. Estão em jogo US$ 2,5 milhões de prêmios, incluindo US$ 1 milhão para o campeão mundial e US$ 300 mil para o campeão da etapa.

É possível assistir daqui do Brasil pelo serviço de streaming online www.ridepass.com. Acesse para saber valores; Adriano Moares e Rafael Vilela serão os apresentadores em português; outra maneira de ficar por dentro de tudo: www.pbrfinalsweek.com. Em 2019, 12 brasileiros disputam a PBR World Finals.