notícias / Esportes

WPRA encerra campeonatos de laço com final mundial em Waco

Viola Show I Fonte: Cavalus 14/11/2019 14h42

WPRA encerra campeonatos de laço com final mundial em Waco

WPRA encerra campeonatos de laço com final mundial em Waco

A WPRA é a mais antiga e ativa associação para mulheres do mundo. São 71 anos de história e no balanço do ano passado, foram mais de mil eventos com mais de US$ 5 milhões de dólares em premiação distribuídos.

Quem acompanha o campeonato mundial de rodeio conhece a Women's Professional Rodeo Association. Sua rica história, no entanto, foi percorrida em caminhos nem sempre fáceis ou seguros.

Formada em 1948 por 38 'vaqueiras' que se reuniram em San Ângelo, Texas, para criar uma organização dedicada à promoção das mulheres no esporte, é hoje responsável por milhares de atletas.

A princípio, chamava-se Girl's Rodeo Association (GRA) e já abrigava entre as associadas laçadoras, atletas de montaria em cavalos (bronc riders) e as competidoras de Três Tambores.

As competidoras da WPRA competem por milhões de dólares a cada ano, culminando em doze finais de circuito, realizadas em todo o país. Entre eles: o circuito Nacional, com a prova acontecendo em Oklahoma City, Oklahoma.

E a mais famosa delas, a National Finals Rodeo, a grande final mundial do rodeio completo, realizada em Las Vegas, em dezembro. Contudo, a WPRA ainda honra suas raízes com a World Finals Rodeo

World Finals Rodeo

A final mundial da WPRA nas modalidades Breakaway, Tie-Down Roping e Team Roping aconteceram agora em outubro, em Waco, Texas. O público presente no Extraco Event Center comemorou a coroação das campeãs.

Kelsie Chace carimbou seu terceiro título seguido no Breakaway Roping ao terminar com US$ 51.709,00 somados ao ranking. A saber, ela tem mais quatro títulos mundiais pela WPRA, em Tie-Down e All-Around.

Ninguém menos que Lari Dee Guy ficou com o segundo lugar, por uma margem mínima, US$ 51.301,00. Makayla Boisjoli, que teve um ano incrível na modalidade, venceu a etapa ao somar 10s7 em quatro rodadas.

No Tie-Down, Montanna 'Gracie' Gambino foi a campeã. Aos 17 anos, estudante do ensino médio [fará 18 agora em dezembro], somou US$ 3.881,00 nesta temporada. Gambino, de que é de Lindale, Texas, comprou seu card no laço para WPRA Junior em 2017 e rapidamente conquistou posições importantes.

A campeã da etapa foi Jordan Fabrizio com 53s6. Ela é natural do Colorado, mas hoje mora em Canyon, Texas. Além disso, ela quase foi a reservada campeã do campeonato. Tanegai Zilverberg ficou apenas quatro centavos a sua frente ao somar US$ 2.907,00.

Whitney DeSalvo, de Springfield, Arkansas, entrou na arena com o título mundial de Laço Pé WPRA, seu terceiro consecutivo, garantido. Finalizou a temporada com US$ 26.261,00. Beverly Robbins ficou com a fivela no Laço Cabeça, US$ 27.698.00. Pela soma de tempos, 29s30, uma dupla de peso venceu a etapa, Jackie Crawford e Jessica Remsburg.

Kyla Stamps foi WPRA Rookie of the Year na Cabeça, enquanto no Pé esse prêmio ficou para Danielle Lowman.  Crawford, contudo, levou sua 19ª fivela da WPRA no All-Around.