notícias / Esportes

Dawson Hay fica com o título de Fort Worth após recorde

Viola Show 11/02/2020 09h06

Dawson Hay fica com o título de Fort Worth após recorde

O atleta de Saddle Bronc Riding Dawson Hay aproveitou ao máximo a oportunidade no Fort Worth Stock Show & Rodeo. Substituindo Jesse Wright na final, o canadense venceu com uma montaria de 91 pontos em Zena Warrior. Uma nota recorde na PRCA, diante de uma multidão que lotou as arquibancadas (9300 pessoas) da nova Dickies Arena.

"Este é um rodeio incrível e eu fiquei realmente chateado no começo quando não consegui entrar para a rodada decisiva", lembra Dawson Hay, 21 anos. "Então, quando acabei ficando com a vaga, me espantei com a quantidade de bons cavalos que tínhamos para montar. Por fim, adorei o meu sorteio, sabia que tinha chances".

Sobretudo, Dowson Hay alcançou o recorde de 91 pontos conquistados por Cody Wright em Fort Worth em 2011. A última vez que ele tinha montado em Zena Warrior havia sido no RodeoHouston no ano passado. Por conhecer o cavalo, soube o que fazer para tirar uma nota alta.

Quando saiu da arena em Fort Worth, Texas, Dowson Hay estava sorrindo. Antes de mais nada, ganhou US$ 23.080,00 nessa etapa. "Foi supreendentemente incrível. É ótimo saber que os grandes rodeios estão nos dando chance de ganhar mais dinheiro a cada ano.

Há um ano, Hay fez sua estréia na National Finals Rodeo. Ano passado, terminou a temporada em sétimo lugar, com US$ 197.747,00 somados por sua atuação em Saddle Bronc. Modalidade, aliás, que está no sangue. Seu pai é Rod Hay, 20 vezes qualificado pela NFR.

Dawson Hay fica com o título de Fort Worth após recordeTilden HooperRecordes

Não só Dawson entrou para o livro dos recordes, assim como outros competidores em outras modalidades. Tilden Hooper, do Bareback, estabeleceu um recorde quando recebeu 91,5 pontos em Agent Lynx.

Marca que não era ultrapassada desde que Gary Tucker recebeu essa nota em 1973. Tilden, naturalmente, ficou com o dessa etapa da PRCA esse ano. Além disso, o tempo de 16s30 de Hailey Kinsel Lockwood foi o recorde da nova arena. Marcado na final, fez com que ela terminasse como campeã.

A premiação total do FWSSR foi de US$ 1.079.496,00. No Breakaway Roping, mas uma conquista: primeira vez entre as modalidades do rodeio de Fort Worth. A campeã foi Cassie Bahe (2s3). Também foram campeões Steer Wrestling - Jacob Talley (4s0); Tie-Down Roping - Tyler Milligan (8s4); Team Ropig - Clay Ullery/Jake Edwards (4s9); Bull Riding - Brady Portenier (90 pontos).

Em formato progressivo, o FWSSR contou com seis grupos de competidores em cada modalidades nas preliminares, classificando-se os melhores em cada. Para formar as duas turmas da Semifinal, uma repescagem foi realizada. Na final, dois de cada turma da semi decidiram os títulos. Valendo o tempo ou nota da rodada decisiva.

Brasileiros

Junior Nogueira e Kaleb Driggers disputaram no Team Roping, vencendo o primeiro round da quinta turma, com 4s3. No segundo round da preliminar ficaram em segundo, 4s7. Contudo, não passaram para a fase decisiva. Juninho é o quarto melhor do ranking mundial de Laço Pé.

Enquanto Marcos Alan Costa, no Tie-Down Roping, ficou em terceiro lugar na primeira laçada da rodada preliminar da turma cinco, 9s8. Mas também não passou para a decisão. Marquinhos ocupa a 27ª posição no mundial.

A brasileira Keyla Polizello Costa disputa o circuito mundial da PRCA nos Três Tambores. Além de Fort Worth, que foi a principal disputa da semana pela tradição e montante de prêmios, a ProRodeo realizou mais seis etapas no final de semana do dia 8 de fevereiro.

Em Belton, Texas, durante o Bell County PRCA Rodeo, sexto lugar para Keyla  com o tempo de 15s69. As campeãs foram Kassie Mowry e Jimmie Smith com 15s59.

As próximas etapas da PRCA são San Angelo, Jackson e San Antonio.

Fonte: PRCA
Fotos: James Phifer/PRCA
Tradução e adaptação: Luciana Omena