notícias / Música

Belutti fala da paixão por festas de São João e adianta detalhes de sua 'live arraiá'

Viola Show 25/06/2020 13h23

Belutti fala da paixão por festas de São João e adianta detalhes de sua 'live arraiá'

Para os cantores sertanejos, o mês de junho tem sido bem diferente este ano. Acostumados a viver verdadeiras maratonas de shows nas festas de São João de todo o país nesta época, eles estão passando este período em casa, com as apresentações canceladas devido à pandemia do novo coronavírus. Convidado da edição especial do Tamanho Família deste domingo, 28/6, Bruno Belutti, da dupla com Marcos, conta como tem sido encarar este momento, fala da quarentena em família e adianta detalhes da live caipira que a dupla fará no sábado.

Passado o baque inicial da mudança na rotina, o cantor diz que já está conseguindo lidar melhor com o isolamento social. "Como não parávamos em casa e toda semana só ficávamos de três a quatro dias em casa e o resto fora, a princípio parece que vamos surtar, mas até que tem sido bem tranquilo", conta Belutti, que está aproveitando para se aventurar na cozinha durante esse período. "Aprendi a fazer pizza agora! Essa pandemia me mostrou que sou um ótimo chef de cozinha!", diverte-se.

"Às vezes acordo meio triste, um pouco mais negativo, porque acho que o mundo está com essa energia e acabamos absorvendo. Mas sinto que, quando passar tudo isso, vou ficar com saudade de estar em casa com a minha família também."

Mesmo aproveitando para curtir os momentos com a mulher, Thaís Pacholek, e o filho, Luis Miguel, de 4 anos, ele admite que está sendo estranho passar o mês de junho sem a correria das dezenas de shows que costumam fazer nas festas de São João país afora.

"No mês junino fazemos em torno de dezoito a vinte shows e, financeiramente, isso também é muito bom para a gente. Temos ficado um pouco assustados em não poder fazer as apresentações nas principais festas do país."

Apaixonado pela tradição que toma conta do Brasil nesta época do ano, o cantor já pensa em formas de matar a saudade dos "arraiás" durante a quarentena. "Vamos ter que organizar uma festa junina para nós três aqui em casa, só para não passar em branco, com as comidinhas típicas e tudo mais. Até para mostrar essa tradição ao Luis Miguel", conta.

Belutti guarda boas recordações das festas de São João que frequentou ao longo da vida e quer que o filho também aproveite essa alegria. "Todo ano me marcavam as festas juninas que a gente fazia ou ia, com as músicas e os arrasta-pés que sempre gostei de ouvir e cantar. Até tive uma bandinha de forró pé de serra", recorda. "Lembro muito de quando era criança e brincava com os primos, ficava em volta da fogueira. Depois, já adolescente, comecei a ir nas quermesses e tenho uma recordação maravilhosa da época, de paquerinha, de receber correio elegante. Tinha vergonha de dançar quadrilha na escola, mas depois de adulto, com a Thaís, sempre dançamos".

"A festa junina me remete à infância e somente momentos bons e shows muito legais que fizemos, além das comidas típicas, que eu amo de paixão, principalmente pamonha e curau! Acho que para muita gente o mês junino é muito marcante positivamente."

Mas para os fãs da dupla Marcos e Belutti a data também não vai passar em branco! Para matar as saudades dos shows típicos do São João, eles vão fazer uma "live arraiá" neste sábado, 27/6, que acontecerá no Centro de Tradições Nordestinas de São Paulo. "Vai ser uma live junina com as barracas típicas. Tomara que tenha as comidas também, estou pedindo isso para que a gente possa matar a saudade comendo alguma coisinha lá no meio da live", diverte-se.

Belutti adianta também alguns detalhes sobre o repertório que estão preparando para a apresentação: "Vamos fazer um repertório sertanejo com alguns forrós pé de serra que marcaram não só a gente, mas muitas pessoas. Também terá uma parte especial dos Amigos, em que vamos fazer uma homenagem bem bacana a eles com todo carinho do mundo", explica o cantor, sobre o projeto realizado por Chitãozinho & Xororó, Zezé di Camargo & Luciano e Leonardo. "Além de músicas nossas que não podem faltar. Vai ser uma noite muito especial e, além de tudo, com cunho social de arrecadação para as pessoas que mais precisam", completa.

Apesar de não poder aproveitar as festas de São João como todos gostariam este ano, Belutti prefere manter a positividade ao encarar a situação:

"Temos que ter a consciência de que isso vai passar e, tomara Deus, que seja somente agora e ano que vem possamos comemorar a festa junina todo mundo junto, fazendo shows e, quando não, pulando fogueira."