notícias / Música

Zé Felipe encontra seu nicho e emplaca um sucesso atrás do outro

Movimento Country 06/07/2022 14h51

Zé Felipe encontra seu nicho e emplaca um sucesso atrás do outro

O cantor sertanejo Zé Felipe é hoje um dos artistas mais tocados do Brasil e tanta popularidade fez disparar os valores do seu cachê, especialmente após emplacar sucessos como "Malvada" e a super recente "Bandido". Caso você ainda ache que Zé Felipe é apenas um dos muitos filhos do cantor Leonardo, sem ter feito nada de relevante além de tentar carreira artística na sombra do pai, recomendo fortemente que você pense de novo.

Se você está na casa dos 40 anos (assim como eu), ou se tem um gosto mais erudito para música, se é um saudosista da música sertaneja romântica a la anos 90, pode ser uma daquelas pessoas que olha torto para Zé Felipe, ou pode pode achar que se trata de mais um pseudo cantor sem talento ou que se escora no renome da família. Afinal, o que mais tem por aí hoje, em todos os gêneros, é cantor que não sabe cantar. Acontece que as estatísticas do rapaz são tão impressionantes que não é mais possível ignorá-lo nem negar que há uma longa lista de fatores positivos em seu trabalho.

Antes de mais nada, é preciso compreender que Zé Felipe é fruto e reflexo do tempo em que vive e foi criado. É jovem, tem apenas 24 anos, e foi forjado enquanto artista na era da internet. Estourou como cantor sob o reinado das plataformas digitais e delas sabe se aproveitar com maestria. Além disso, casou-se com Virgínia Fonseca, uma digital influencer (tem profissão mais atual do que essa?), e a parceria profissional do casal também vem rendendo bons frutos. Caso você não saiba, a moça sempre aparece dançando nos videoclipes do marido.

Somente para mencionar as estatísticas do lançamento mais recente de Zé Felipe, a super grudenta e já viral "Bandido", em duas semanas, ultrapassou a marca de 7 milhões de plays somente no Spotify. No YouTube, o videoclipe da faixa, em que o cantor aparece meio travado (sabe-se agora que em função de uma doença incurável que vem limitando seus movimentos), já contabiliza quase 30 milhões de visualizações.