notícias / Esportes

Conheça a história de Sandro Batista campeão da terceira etapa Burguesa do CRP

Eugênio José 02/06/2021 10h02

Conheça a história de Sandro Batista campeão da terceira etapa Burguesa do CRP

Sandro Batista, foi o campeão da última terceira etapa da temporada 2021. A LIVE Burquesa foi realizada entre os dias 18 e 20 de maio.

Representante de Pedra Preta (MT), Sandro teve influência do pai que e dos tios que montavam em rodeios.

Desde criança montava em bezerros, porém, aos dezesseis anos começou a treinar para valer.

Aos dezoito anos começou a competir em rodeios, sendo sua cidade (na época) o primeiro rodeio, já sendo finalista.

Seu primeiro título foi em 2018, em Alto Araguaia (MT). Ele tem duas motos em sua carreira, e participou do time de Mato Grosso que venceu a disputa de estados em Barretos em 2019

"Todo mundo que monta no Mato Grosso, quer estar em Barretos" Explica Sandro "Não tem como não falar que não dá aquele frio na barriga"

Seu talento, falou mais alto. Na primeira vez em Barretos, parou em todos os touros na primeira semana (disputa entre estados), caiu apenas de um no rodeio internacional e foi finalista.

Tem como ídolos, Rafael Sílvio e Luciano de Castro

"Assisto muitos vídeos de Luciano de Castro, gosto de ver ele montar" Explica Sandro

"Tenho a intenção de ficar no Brasil em 2021, no Circuito Rancho Primavera, e tentar os EUA, em 2022, o dinheiro lá é muito grande"

Sobre o CRP, Sandro fala da alegria de estar no campeonato

"Lutei muito para estar aqui, no começo as coisas não estavam dando certo, mas, veio a vitória na penúltima live, com vaga para a final e agora veio mais uma vitória" Explica Sandro Bastista "É muito importante começar bem a temporada, tenho treinado muito, me preparado para estar entre os melhores e acredito que o resultado da dedicação apareceu com esta vitória"

"Claro que além de treinamento, há um esforço geográfico, moro muito longe, precise me mudar para o estado de São Paulo" "Explica "Essa mudança teve um resultado físico e psicológico muito bom, não me desgasto mais com viagens longas, estou com a cabeça mais leve para montar"

Entre os touro que montou na terceira, etapa onde foi campeão, ele destaca o trabalho em cima de "Maroquinha" da Cia Califórnia

"Nesse neste touro, pude ver o resultado dos treinamentos, pois, com tranquilidade, soube absorver cada pulo, sem me apavorar" Finaliza "É um ano que promete muito, com a pandemia, o CRP está com grandes competidores, e eu estou no meio deles, quero continuar firme para brigar por este título"