notícias / Cultura

Conheça os dez países com maior população de cavalos no mundo

Viola Show I Fonte: Cavalus 05/07/2019 12h00

Conheça os dez países com maior população de cavalos no mundo

Conheça os dez países com maior população de cavalos no mundo

Desde o início dos tempos os velozes, elegantes, resistentes e companheiros cavalos participam da vida do humano e da construção do mundo. Foram os responsáveis por permitirem uma viagem mais rápida e menos cansativa do homem, que antes contava apenas com duas pernas. Dentre tantos atributos, os cavalos eram usados principalmente para impulsionar a capacidade do homem de transportar mercadorias de forma mais prática.

O uso do cavalo passou a ser uma constante para o crescimento de uma cidade ou de uma população como um todo. Além de ser usado em batalhas, viagens e para força, os cavalos também facilitavam o dia a dia no campo e até hoje em várias regiões, os animais ainda são usados como transporte rural.

Dados coletados da Horse Talk, com estatísticas relacionadas à base de cálculo feito em 2011, destacam os dez países que possuem mais cavalos no mundo. É fato que os dados alteram a todo momento. Nos dias atuais, os cavalos passaram a ser utilizados também para esporte, lazer e de forma domesticada. Os animais que se destacam pela variedade em pelagens, estruturas e inteligência, movimentam de forma significativa o mercado do mundo com altos investimentos em diversos segmentos que envolvem as diferentes raças equinas.

De acordo com o estudo, o Sudão ficou em décimo com uma estimativa de mais de 785 milhões de cavalos de raças diferentes como a Western Sudan Pony, Tawleed Horse, Sudan Country-Bred Horse, Gharbaui Horse, e Dongola Horse. Em nono, a Rússia é a casa de cerca de 1.340.601 cavalos, dentre as raças mais conhecidas destacam-se a The Orlov Trotter, Russian Don, Vyatka Horse, Russian Saddle Horse, Budyonny Horse e Soviet Heavy Draft.

A oitava posição ficou com o Cazaquistão, que tem 1.528.300 equinos, que em milhares de anos foram criados pelas pessoas locais. Muitas raças de cavalo são nativas do Cazaquistão, e a maioria delas tem origens antigas. Uma das mais famosas é a Adaev. A Etiópia entrou em sétimo,  com 2.028.233 cavalos, que se baseiam em oito diferentes raças: Abyssinian, Bale, Borana, Horro, Kafa, Kundudo, Ogaden, e Selale. Os cavalos são usados na Etiópia principalmente para transporte e trabalho agrícola, como arar.


Na sexta posição do ranking, entrou a Mongólia com 2.112.927 cavalos, número quase comparado com o da população local, que é de 2.959 milhões de pessoas. Um ditado tradicional diz: 'um mongol sem um cavalo é como um pássaro sem asas'. Assim como já se nota, os cavalos desempenham um grande papel na vida diária dos mongóis, que mostram um diferencial em não dar nomes aos seus cavalos, identificando-os somente por suas características físicas como cicatrizes, pelagens e marcas específicas.

A Argentina é um dos países que têm mais cavalos no mundo, por além de usarem os equinos para trabalho, carregam a montaria também na sua cultura. A Argentina se destaca em quinto com cerca de 3.590.000 equinos. A raça de cavalo mais usada no país é o Criollo Argentino, que é conhecido por sua resistência, força e cautela. Entre outras raças populares de cavalo no país estão Falabella e Petiso Argentino.

O Brasil ocupa a quarta posição com, aproximadamente, 5.510.601 cavalos. Pônei brasileiro, Crioulo, Pampa, Piquira Pony, Mangalarga e Pantaneiro estão entre as raças brasileiras mais famosas. O terceiro lugar ficou para o México, com 6.533.000 equinos. Os mexicanos dependem fortemente de seus cavalos, usando para diferentes propósitos, como transporte de mercadorias e esportes. Algumas das raças mais conhecidas que são nativas do México é o Azteca, conhecido por seu atletismo.

Em posição privilegiada, o segundo colocado desse estudo foi a China, com consideraveis 6.773.245 cavalos e uma população de mais de 1.371 bilhão de pessoas. Pode-se destacar o Baise Horse, Balikun Horse, Ferghana Horse, Guizhou Pony, Guoxia, Heihe Horse, Lijiang Pony, Nangchen Horse, Riwoche Horse, Tibetan Pony, Xilingol Horse, e Yili Horse como as raças mais reconhecidas nativas do país.

Em primeiríssimo lugar, os Estados Unidos é o país que tem maior número de cavalos no mundo, com mais de dez milhões.  Em 2011, os dados mostravam 10.150 milhões de cavalos no país e em torno de 4.6 milhões de cidadãos estavam envolvidos com o mercado de equinos. Há muitas raças nativas americanas e boa parte delas são o American Quarter Horse, conhecida por sua habilidade e facilidade de vencer uma corrida de um quarto de milha, Southeastern, Appaloosa e Paint Horse também são muito conhecidas e utilizadas.